ECPA completa divulga calendário 2015

O ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo) divulgou o calendário de suas atividades esportivas para 2015. A grande novidade será a 10ª edição do Festival ECPA de Arrancada que abrirá as atividades do autoclube logo no início do ano, nos dias 30 e 31 de janeiro e 1 de fevereiro. As demais datas do certame de arrancada, que também atinge sua primeira década de disputas, já estão confirmadas. Bem como as oito etapas da Copa ECPA de Velocidade, que neste ano teve a participação das categorias Marcas e Pilotos, Stock Jr., Clássicos de Competição e Fórmula 1600. Os dois principais certames organizados pelo ECPA terão o mesmo número de etapas realizadas neste ano. “As disputas da próxima temporada seguirão o mesmo formato de 2014. Mas, ainda temos várias datas disponíveis para o ano seguinte e muitas novidades ainda podem surgir”, afirmou Dito Giannetti, empresário e fundador do ECPA. Nos dias 1 e 2 de agosto, comemorando tanto o aniversário do ECPA, que em 2015 completa 26 anos, como o de Piracicaba, será disputada a 26ª edição das 100 Milhas Piracicaba. Abaixo o calendário completo para a temporada 2015 dos dois principais certames realizados pelo ECPA: Campeonato ECPA de Arrancada 10ª edição do Festival ECPA de Arrancada: 30 e 31 de janeiro e 1 de fevereiro 1ª Etapa: 20, 21 e 22 de março 2ª Etapa: 1, 2 e 3 de maio 3ª Etapa: 3, 4 e 5 de julho 4ª Etapa: 11, 12 e 13 de setembro 5ª Etapa: 6, 7 e 8 de novembro Copa ECPA de Velocidade 1ª etapa: 14 e 15 de março 2ª etapa: 25 e 26 de abril 3ª etapa: 23 e 24 de maio 4ª etapa: 20 e 21 de junho 5ª etapa: 16 e 20 de setembro 6ª etapa: 24 e 25 de outubro 7ª etapa: 21 e 22 de novembro 8ª etapa: 12 e 13 de dezembro Serviço Mais informações pelos telefones (19) 3438.7901 e 3438.7174, e-mail ecpa@ecpa.com.br, ecpa.com.br e facebook.com/ecpabrasil. ______________ Engenho da Notícia Assessoria de Imprensa ECPA (19) 3302.0100 Twitter: @Engenho_Noticia Facebook: Engenho da Notícia
Saiba Mais

Copa ECPA de Velocidade define campeões da temporada

Com uma virada sensacional, o encerramento da temporada 2014 da Copa ECPA de Velocidade teve todos os ingredientes típicos de uma grande final. As duas baterias da categoria Marcas e Pilotos, realizadas neste sábado (6), no Autódromo de Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, definiram os campeões das divisões Super, Light e Novatos. As provas foram válidas pela oitava e última etapa do campeonato e as disputas foram de muita intensidade, com o campeão da divisão principal sendo decidido apenas na última corrida e marcando uma virada incrível de um piloto que em nenhum momento liderou a competição. Após duas corridas muito equilibradas, o piloto Rodrigo Stefanini sagrou-se o primeiro bicampeão da Copa ECPA de Velocidade, na categoria Marcas e Pilotos Super, a divisão principal do certame, conquistando uma vitória e um segundo lugar. “Estou muito emocionado com a conquista, tanto pelo meu esforço, quanto pelo da equipe que acreditava muito nesse título e nunca me deixava desanimar. Foi uma vitória do esforço e da força de vontade de todo o grupo. E isso eu tenho que reconhecer, se fui melhor, foi com a ajuda da minha equipe que conquistei esse campeonato”, afirmou o capivariano que já havia conquistado o título em 2011. Para ficar com o título, Stefanini necessitou da regra do descarte, que o ajudou a superar o piracicabano Neto Datti, que precisou descartar dez pontos na contagem final, enquanto que o campeão tinha zero de descarte. “Estreamos um carro novo nessa temporada, que foi o Citroën C3, e demoramos muito para encontrar o acerto ideal. Tanto que não pontuei nas duas primeiras etapas”, disse emocionado. “Mas, após acharmos o ponto, começamos a vencer e fomos subindo devagar, degrau por degrau e o, no final, o C3 fez a diferença em relação aos concorrentes”, lembrou o piloto. Mesmo ficando como vice-campeão, o piracicabano Neto Datti saiu satisfeito. “Começamos desacreditados, mas as vitórias foram chegando e de meros coadjuvantes passamos a favoritos, tanto que liderei praticamente todo o campeonato. Infelizmente, fui um dos que aprovou a regra do descarte no início da temporada e, no final, ela me prejudicou. Mas isso faz parte do esporte e temos que olhar para frente e seguir adiante”, disse conformado o piloto que ainda marcou a poleposition, mas perdeu essa vantagem logo na primeira curva após a largada. Outros pilotos também tinham chances de ficar com o título, mas não se deram bem, foi a dupla formada por Gustavo Favoretto e Rodnei Mazieri marcou apenas um terceiro e um quarto lugares. Já Lamartine Pinotti fez apenas um quinto lugar. Sobre a prova Na primeira prova do dia, Rodrigo Stefanini largou na segunda posição, mas assumiu a ponta depois de uma largada sensacional e, antes da primeira curva, já liderava para vencer de ponta a ponta. “Larguei muito bem e consegui defender a primeira colocação. Depois, o desafio foi manter a concentração e continuar andando em um ritmo forte”, conta o piloto capivariano. Poleposition, Neto Datti caiu para terceiro na largada, mas conseguiu se recuperar terminando no segundo lugar. Na segunda bateria, que é realizada com o grid invertido, Stefanini largou na sexta posição, agora com Cassiano Rodrigues, parceiro de Netto Datti, na sua frente, largando em quinto. A única chance de Datti vencer a temporada era Cassiano terminar em primeiro lugar e Stefanini três posições abaixo. A vitória foi conquistada, mas o piloto de Capivari chegou logo atrás para se consagrar como bicampeão. Light Pela divisão Light, Alexandre Barbosa administrou a vantagem e, sem muito esforço, conquistou o título com uma pilotagem bastante burocrática.  “Quando vi que meus concorrentes estavam atrás, pude economizar esforços”, disse o piracicabano que terminou as duas baterias na terceira posição e ainda assim ampliou a vantagem na tabela, pois seus principais concorrentes ficaram atrás. A vitória na Light foi de Rick Fragnani, nas duas provas, seguido de Alexandre Navarro, que também foi ao pódio nas duas baterias, ambas na segunda posição. “Já disputo o certame há três temporadas, mas nas primeiras corridas do ano não imaginava que eu chegaria ao final como campeão. Agradeço a todos que me apoiaram durante o ano", comemorou Barbosa, que chorou muito dentro do carro durante a última volta. Novatos Rafael Matta já estava com o título praticamente assegurado antes mesmo da largada. Mas ele não deixou por menos e venceu as duas provas da Novatos, destinada a pilotos que ingressam na categoria e formando dupla com Anderson Paes. “Esse não é meu início no automobilismo, mas foi minha estreia aqui no ECPA. Gostei muito de correr aqui e do formato do certame, tanto que pretendo continuar correndo aqui no ano que vem”, garantiu o campeão que é da cidade de Ribeirão Preto. Resultados da 8ª etapa da Copa ECPA de Velocidade 1ª prova Marcas e Pilotos - Super 1º Rodrigo Stefanini 2º Neto Datti/ Cassiano Rodrigues 3º Rodnei Mazieri /Gustavo Favoretto 4º Edson/Bruno Paes 5º Lamartine Pinotti Melhor volta: Luis Piccolo, em 1:18.482   1ª prova Marcas e Pilotos - Light 1º Rick Fragnani 2º Alexandre Navarro 3º Alexandre Barbosa 4º Valter Paim/Rodrigo Tavares 5º Rinaldo Palace/Neimar Barbosa Melhor volta: Rick Fragnani, em 1:19.185   1ª prova Marcas e Pilotos - Novato 1º Rafael Matta/Anderson Paes 2º Rodrigo Palace./ André Leibl. 3º Matheus Netto 4º José Turim/Adilson Gorga 5º Mauricio Quagliato Melhor volta: Rafael Matta, em 1:19.709   2ª prova Marcas e Pilotos - Super 1º Neto Datti/ Cassiano Rodrigues  2º Rodrigo Stefanini 3º Edson/Bruno Paes 4º Rodnei Mazieri /Gustavo Favoretto 5º Luis Alves Melhor volta: Luis Piccolo, em 1:18.489   2ª prova Marcas e Pilotos - Light 1º Rick Fragnani 2º Alexandre Navarro 3º Alexandre Barbosa 4º Valter Paim/Rodrigo Tavares 5º Rinaldo Palace/Neimar Barbosa Melhor volta: Rick Fragnani, em 1:19.116   2ª prova Marcas e Pilotos - Novato 1º Rafael Matta/Anderson Paes 2º Matheus Netto Rodrigo Palace./ André Leibl. 3º José Turim/Adilson Gorga Melhor volta: Anderson Paes, em 1:20.312   1ª prova Clássicos 1º Thiago Perez 2º Devanir T./ Stanley W. 3º Luiz Teixeira 4º Carlos Szepkuthy 5º Carlos Igreja Melhor volta: Thiago Perez, em 1:21.789   2ª prova Clássicos 1º Devanir T./ Stanley W.  2º Thiago Perez. 3º Carlos Igreja 4º Wellington Junior 5º Ruy e Fabio Quintela Melhor volta: Devanir T./ Stanley W., em 1:20.822   Serviço Acompanhe as novidades da Copa ECPA de Velocidade no site www.ecpa.com.br. Mais informações pelo facebook.com/ecpabrasil e e-mail para ecpa@ecpa.com.br Legenda foto: Pódio com os campeões de 2014: Rodrigo Stefanini, Rafael Matta e Alexandre Barbosa ______________ Engenho da Notícia Assessoria de Imprensa ECPA (19) 3302.0100 divulgacao@engenhodanoticia.com.br Twitter: @Engenho_Noticia Facebook: Engenho da Notícia
Saiba Mais

Kartódromo | Próximos Eventos

Arrancada | Próximos Eventos