Equipes de Bologna e Campinas vencem a SAE Brasil-Petrobras de Fórmula

As equipes UniBo Motorsport, da Universidade de Bologna, na Itália, e Unicamp E-Racing, da Universidade Estadual de Campinas, venceram respectivamente nas categorias Combustão e Elétrica a 11ª Competição SAE BRASIL-Petrobras de Fórmula SAE. A competição, que durou três dias, encerrou neste domingo, 19 de outubro, no ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo), em Piracicaba, SP, e contou com a participação de 35 equipes, entre 37 inscritas. Para a equipe italiana, foi muito bom vencer na primeira participação na competição da SAE Brasil. “Foi uma excelente experiência disputar aqui no Brasil, estamos muito felizes”, comemorou Francesco Comand, piloto da equipe, com 13 integrantes e que alcançou 831.57 pontos na classificação geral. A segunda colocada na Categoria Combustão foi a equipe FSAE Unicamp, com 758,64 pontos, seguida pela equipe Fórmula UFSM, da gaúcha Universidade Federal de Santa Maria, com 611,42 pontos.  Agora tricampeã na competição nacional, a equipe Unicamp E-Racing também comemorou o resultado (686,73 pontos), que atribuiu à evolução contínua do projeto e dos 15 integrantes. “Avançamos muito na parte elétrica, como a redução do peso e o desenvolvimento de um sistema próprio de controle de bateria. As outras equipes subiram o nível, mas nós conseguimos bem mais”, disse Felipe Fantelli, capitão da equipe bicampeã nos Estados Unidos. A equipe Fórmula FEI Elétrico, da Fundação Educacional Inaciana, foi a segunda colocada, com 343,56 pontos. Em terceiro lugar na categoria ficou a equipe UFSC, da Universidade Federal de Santa Catarina, com 192,04 pontos.  Michigan e Lincoln - Com o resultado, as equipes brasileiras melhor colocadas ganharam o direito de representar o País em 2015 nas competições da SAE International, realizadas em Michigan e Lincoln, nos Estados Unidos. O Comitê Técnico da competição também homenageou a melhor equipe por prova. Categoria Combustão: -Aceleração (o carro fez 75 metros em 3,9 segundos e atingiu 106 km/h)- equipe UniBo Motorsport. - Apresentação - equipe UniBo Motorsport. - Autocross - equipe Fórmula FEI (o carro percorreu 1100 m em 1 minuto e 13 segundos). - Custo e Manufatura – equipe Fórmula SAE Unicamp. - Design – equipe EESC USP Formula SAE. - Economia de combustível – equipe Fórmula FEI. - Enduro (o Fórmula realizou 20 voltas em 25 minutos) - equipe UniBo Motorsport. - Skid-Pad (teste de estabilidade e aceleração lateral do veículo) – equipe EECS USP Fórmula SAE, da Escola de Engenharia de São Carlos da USP. Categoria Elétrica: - Aceleração – equipe Unicamp E-Racing (fez 75 metros em 1’15’’). - Apresentação - equipe Fórmula FEI Elétrico. - Custo e Manufatura - equipe Fórmula FEI Elétrico. - Eficiência energética - equipe Unicamp E-Racing. - Design – equipe Unicamp E-Racing. - Enduro (Fórmula frealizou 20 voltas em 27 minutos) - Unicamp E-Racing. - Autocross - equipe Unicamp E-Racing (carro fez 1.100 m em 1 minuto e 21 segundos). - Skid-Pad (teste de estabilidade e aceleração lateral do veículo) – equipe Fórmula FEI Elétrico.
Saiba Mais

Fórmula SAE terá 37 carros de universitários do Brasil e Itália

Vem aí a 11ª Competição SAE Brasil-Petrobras de Fórmula SAE, composta por carros a combustão e elétricos, projetados por estudantes de engenharia. Nesta edição, mais de 700 universitários do Centro-Oeste, Nordeste, Sudeste e Sul, além da Itália, se inscreveram na competição, que será realizada entre 17 e 19 de outubro, no ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba/SP. No total, serão 37 equipes – 29 de carros a combustão e 8 elétricos. As equipes brasileiras representam 27 instituições de ensino de sete Estados, além do Distrito Federal. São Paulo conta com 17 equipes inscritas, seguido por Minas Gerais com seis e Rio de Janeiro com cinco. Santa Catarina será representada por três equipes enquanto o Rio Grande do Sul tem duas equipes. Distrito Federal, Paraíba e Bahia têm uma equipe cada. No ECPA, os carros serão avaliados por especialistas da indústria da mobilidade desde a concepção técnica (projeto, relatórios de engenharia e inspeção técnica de segurança) até viabilidade comercial (relatório de custos e apresentação do produto) e passarão por provas dinâmicas. No domingo, haverá a prova mais disputada: o enduro de resistência de 22 km, numa pista travada e difícil para os carros e pilotos. Categorias – Os carros Fórmula SAE a combustão têm motores de quatro tempos e cilindrada máxima de 610 cm³. Já os elétricos são tracionados com motores elétricos, alimentados a partir de baterias de até 600 volts, com autonomia de, pelo menos, 22 km com potência para atingir velocidade superior a 100 km/h. A recarga das baterias, realizada em carga lenta, será feita em área com alto nível de segurança, em tomada especial de 220 volts trifásica. EUA – Ao final da competição, duas equipes da Categoria Combustão e uma da Categoria Carro Elétrico, que obtiverem as melhores pontuações na soma geral das provas, poderão representar o Brasil nas competições da SAE International, em 2015, nos Estados Unidos: 13 a 16 de maio, na Formula SAE Michigan (primeira colocada na Categoria Combustão), e 17 a 20 de junho, na Formula SAE Lincoln, em Nebraska (segunda colocada na Categoria Combustão e primeira colocada na Elétrica). A construção dos veículos deve obedecer às normas do regulamento da competição, disponível no site da SAE BRASIL – www.saebrasil.org.br –, que exige das equipes (com até 20 integrantes) que se especializem nos variados sistemas que compõem um carro tipo Fórmula, como powertrain, freios, direção, suspensão, sistemas elétricos, chassis e segurança. História – Os carros Fórmula SAE surgiram em 1978, nos EUA. Além do Brasil e dos Estados Unidos, as competições de carros Fórmula SAE Combustão são realizadas na Inglaterra, Alemanha, Austrália, Áustria, Espanha, Hungria, Itália e Japão. O Brasil ingressou no circuito em 2004, com o objetivo de fomentar nos estudantes de graduação e pós-graduação de engenharia a especialização técnica em veículos de alto desempenho, de acordo com regras definidas pela SAE International e sob a orientação de um professor. O Brasil integrou o grupo Top Ten duas vezes, na disputada competição da categoria, nos Estados Unidos. A Categoria Carro Elétrico faz parte das competições dos EUA, Alemanha, Itália, Inglaterra, Austrália e, também, do Brasil. O objetivo principal da Categoria Carro Elétrico é aumentar o conhecimento técnico na área de motores 100% elétricos para as novas gerações de engenheiros, responsáveis pelas novas tendências da engenharia. Na categoria, o Brasil é bicampeão nos Estados Unidos. “As competições estudantis da SAE Brasil são provas de engenharia criadas para desafiar os jovens a colocar em prática o conhecimento técnico adquirido em salas de aula. No programa, os estudantes também tomam contato com a gestão do projeto em todos os seus aspectos. É verdadeiramente uma experiência extracurricular que faz diferença na formação do engenheiro”, analisa Ricardo Reimer, presidente da SAE Brasil. Para Frank Sowade, vice-presidente da SAE Brasil, as competições estudantis da SAE Brasil são laboratórios de inovação onde a criatividade é estimulada para a superação de obstáculos por meio de soluções técnicas que os estudantes encontram e desenvolvem. “Elas representam um aprendizado extracurricular sem igual”, avalia. 11ª Competição SAE Brasil-Petrobras de Fórmula SAE Data: de 17 a 19 de outubro de 2014 Local: ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo) – rodovia SP 135, km 13,5, bairro Tupi, Piracicaba, SP Dia 17 (sexta-feira) – Design, custo, inspeção técnica, freios, tilttable e ruído (noise) – das 9h às 16h Dia 18 (sábado) – Apresentações orais e provas de aceleração, manobrabilidade e auto cross– 9h às 16h Dia 19 (domingo) – Enduro de resistência – das 9h às 12h   Mais informações à imprensa Companhia de Imprensa Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br Sara Saar – sara@companhiadeimprensa.com.br Telefones: (11) 4435-0000 / 94984-9581
Saiba Mais

Autódromo | Próximos Eventos

Kartódromo | Próximos Eventos

Arrancada | Próximos Eventos